PR 11 Trilho da Poça do Couto

Here you can create the content that will be used within the module.

Tipo de Percurso

Pequena Rota Circular

Distância

4.3km

Duração

1.30h

Dificuldade

2 Fácil
q

Dificuldade

✅ Circulável
h

BROCHURA OFICIAL

DOWNLOAD: Sem ficheiro PDF

Um trilho que alia o património natural ao construído, a floresta autóctone única, o rio, os moinhos, os campos verdejantes, o Mosteiro e as paisagens magníficas da freguesia da Miranda.
Com início no Parque de Merendas da Poça do Couto, inserido na “Floresta Encantada” de Miranda, uma área superior a 50hect de plantação, com uma diversidade incrível de árvores autóctones, carvalhos, cedros, amieiros, bétulas, pinheiros, entre outros, habitada por animais das raças características da zona, cavalos garranos e vacas cachenas, que se abrigam nos “mosqueiros”.

Continuar a ler...

Com o ponto mais alto da freguesia coroado com o Castelo de Miranda como plano de fundo, segue-se para a zona do rio, enriquecida com belíssimas quedas de água e alguns exemplares da linha de dezenas de moinhos de água existentes nesta freguesia, outrora apelidada de “Celeiro do Alto-Minho” cuja subsistência das suas gentes passava pela produção de cereais. Embora inativos é possível perceber ainda o funcionamento do engenho. Pelos antigos “caminhos da missa” chega-se a outro dos pontos de interesse, o Mosteiro de Miranda, um exemplar de tradição beneditina, construído provavelmente no final do século XII ou início do XIII. Pouco depois, a estrada alcatroada penetra no “Caminho da Cruz” que liga à Antiga Escola de Agrochão, atual sede a Associação de Miranda. Contornando este edifício, embrenha por caminhos e carreiros da freguesia que lhe proporcionam uma verdadeira fruição entre o bem-estar e ruído silencioso da Natureza. Desfrutando deste percurso, ascende ao ponto de partida; a mais bela e encantada floresta do concelho. A Floresta da Miranda.

• Não saia do percurso marcado e sinalizado.
• Preste atenção às marcações.
• Evite fazer ruídos e barulhos.
• Respeite a propriedade privada.
• Feche portões e cancelas.
• Não abandone o lixo, leve-o até ao respetivo local de recolha.
• Não incomode os animais. Cuidado com o gado.
• Não recolha plantas, animais ou rochas. Deixe a natureza intacta.
• Faça fogo apenas nos locais destinados para o efeito.
• Evite andar sozinho na montanha.
• Guarde o máximo cuidado nos dias de nevoeiro.
• Utilize sempre botas de montanha, impermeável e um chapéu.