PR 17 – Trilho da Peneda

Here you can create the content that will be used within the module.

Tipo de Percurso

Pequena Rota

Distância

10.09km

Duração

4h

Dificuldade

Médio

TRACK GPS DO PERCURSO

DOWNLOAD: GPX  | KML

h

BROCHURA OFICIAL

DOWNLOAD: PDF

O “Trilho da Peneda” é um percurso denominado de Pequena Rota (PR) e sendo um circuito fechado pode ser realizado nos dois sentidos. Contudo, aconselha- se iniciar o percurso partindo do parque de estacionamento para autocarros, localizado a cerca de 1 Km da igreja da Peneda (o 2º parque para quem procede da Peneda o 1º para os provenientes de Lamas de Mouro).

Continuar a ler...

Este percurso realiza-se em plena Serra da Peneda, entre dois povoados serranos: o aldeamento da Peneda e a Branda de Bouças dos Homens. Partindo do parque de estacionamento, tomamos o trilho, seguindo as marcações que se destacam na paisagem, sendo estas de cor amarela e vermelha. Por estes carreteiro passavam os carros de bois de raça barrosã, ligando aqueles dois povoados. Após 3 Km e à cota aproximada de 1100 metros, inicia-se descida, avistando ao longo Branda de Bouça dos Homens. Pouco depois da saída na estrada alcatroada, tomamos um antigo caminho de romeiros devotos à imagem da Srª da Peneda Trata-se de um caminho designado de pré- posto uma vez que não permite outro modo de percorrê-lo. De seguida iniciamos uma nova ascensão até às faldas da Penameda (1215 metros de altitude) e logo, voltamos a descer até pequeno lago artificial, conhecido pelos locais por “Pântano” situado no lugar de “Chã do Monte”. Esta represa servia uma mini- hídrica anos atrás fornecia a energia elétrica ao povoado da Peneda. Cruzando o lago, seguimos um regato e a descida torna-se numa verdadeira e intrépida aventura devido aos íngremes declives do relevo. Á medida que vamos descendo, podemos observar lá no fundo a igreja e o aldeamento da Penada, assim como também, ao nosso lado esquerdo a Fraga da Meadinha, procurada por inúmeros escaladores nacionais e estrangeiros. Mais uns abaixo, alcançamos a desembocadura do trilho e daí tomamos a estrada que nos levará passado cerca de 1 Km, ao ponto de chegada que coincide com o ponto de partida , ou seja, o parque de estacionamento . Se não for acompanhado pelo Guia, preste atenção ás marcações e não saia do trilho marcado e sinalizado. Guarde o máximo cuidado nos dias de nevoeiro e/ou de neve, uma vez que as marcações podem encontrar-se ocultas.

• Não saia do percurso marcado e sinalizado.
• Preste atenção às marcações.
• Evite fazer ruídos e barulhos.
• Respeite a propriedade privada.
• Feche portões e cancelas.
• Não abandone o lixo, leve-o até ao respectivo local de recolha.
• Não incomode os animais. Cuidado com o gado.
• Não recolha plantas, animais ou rochas. Deixe a natureza intacta.
• Faça fogo apenas nos locais destinados para o efeito.
• Evite andar sozinho na montanha.
• Guarde o máximo cuidado nos dias de nevoeiro.
• Utilize sempre botas de montanha, impermeável e um chapéu.